Custo da Cidadania Italiana na Itália

Custo da cidadania italiana na Itália via comune e judicial

Custo da Cidadania Italiana na Itália

O objetivo deste artigo é dar uma noção de quanto é o custo para reconhecer a cidadania italiana na Itália, tanto via comune quanto via judicial.

Ao decorrer do artigo para cada item haverá simulação de valores para um orçamento e, desse modo, no fim ter uma ideia de quanto ficaria o custo total.

O custo da cidadania italiana tem muitas variantes. Entre essas variantes está o prazo de reconhecimento (se optar via comune), valor da assessoria se você não quiser fazer sozinho e até mesmo o valor dos honorários se optar por via judicial. Fora essas, existem muitas outras que serão abordadas nos tópicos a seguir.

CUSTO DA CIDADANIA ITALIANA VIA COMUNE

 A maior vantagem de fazer o reconhecimento da cidadania italiana na Itália em um comune é que o tempo estimado para ser finalizado varia entre 3 e 6 meses. É o meio mais rápido de obter a cidadania.

Apesar de ser o mais rápido, também é o mais caro. Isso porque você precisará residir no comune a sua escolha. Ou seja, não precisa ser no comune em que seu Dante Causa nasceu. Você pode fazer tudo por conta própria ou então contratar uma assessoria.

Assessoria na Itália

Quanto a assessoria, é importante verificar se o valor inclui hospedagem, luz, água, internet, gás. Se não estiver incluso, deve ser acrescentado nos cálculos esses valores.

O valor de assessoria varia entre 3.500 e 5.000 euros.

Algumas empresas cobram extras, outras incluem todos os custos.

A vantagem da assessoria é que reduz os riscos, já conhecem os caminhos e tem uma estrutura pronta para receber os requerentes.

Para a simulação iremos considerar que foi escolhido um comune pequeno, com o valor de 4.000 euros a assessoria e, que está incluso a acomodação com as despesas de água, luz e gás. Usaremos a conversão do dia no Banco Central do Brasil para termos uma ideia aproximada do valor real.

Cotação do euro foi feita no dia 15/12/2020: €1,00 equivalia a R$6,18. Portanto, 4.000 euros multiplicado por 6,18 = R$24.720,00.

Antes de contratar uma assessoria, pesquise bastante sobre ela. Entre em contato com pessoas que usaram os serviços, pergunte como era o atendimento, sobre a cidade e se passaram por perrengues. Faça pelo menos 3 orçamentos para ter uma boa noção de preço. Pergunte tudo antes de fechar acordo. E o mais importante, exija um contrato.

Passagem aérea para a Itália

O valor da passagem aérea é um item que também varia muito, dependendo da data, do aeroporto de decolagem no Brasil e de pouso na Itália, companhia aérea, entre outros.

É importante comprar bilhetes flexíveis caso o processo demore mais que 90 dias para que haja a possibilidade de mudar a data.

O site para fazer pesquisa de voos utilizado foi o Skyscanner. A simulação de custo foi feita na data de ida 23/04/2021 do aeroporto de Guarulhos-SP e chegada no Aeroporto de Roma Fiumicino. A data de volta 23/07/2021 nos mesmos aeroportos.

image 5
image 6

Esses foram os melhores valores encontrados até então, mas, pode ser que haja promoções. Quanto antes começar a pesquisar e acompanhar os preços, maior a chance de economizar.

Se você não tiver uma carta convite (lettera d’invito) ou uma declaração de hospitalidade (dichiarazione di ospitalità), é importante comprar também a passagem de volta no prazo de 90 dias. Se optar por assessoria, eles fornecem.

Existe também a opção dos sites como o OneWayFly e o Air Onward Ticket. Esses sites alugam bilhetes aéreos por um valor entre 10 e 20 euros para serem apresentados na imigração e depois os cancelam automaticamente (duram de 24 a 48 horas).

Essa opção é interessante para quem não tem carta convite pois, se o processo da cidadania pode demorar mais que 3 meses, a multa para mudar a data da passagem pode ser bem alta.

Para a simulação será escolhido o voo direto a fim de evitar a burocracia de ter que fazer a declaração de presença (dichiarazione di presenza). Portanto, R$3.448,00.

Seguro Viagem

A fim de evitar problemas ao passar pela imigração chegando na Itália, é recomendado providenciar um seguro de viagem. Além de evitar problemas, não haverá preocupações com gastos médicos.

Os países europeus (incluído entre eles a Itália) que integram o Tratado de Schengen exigem que o turista tenha um seguro de viagem com cobertura mínima de 30 mil euros.

Apesar não ser comum eles exigirem a apresentação do cartão de assistência médico-hospitalar, o ideal é prevenir. Ainda mais com todo o cuidado que tem sido tomado devido a pandemia do Corona Vírus. Se for solicitado o documento e não apresentar, você terá que retornar ao Brasil.

O site para fazer pesquisa de seguros foi o Segurospromo.

image 7

Para o orçamento será utilizado o valor a prazo da Travel Ace Assistence, já que é a mais em conta e cumpre os pré-requisitos. Portanto, R$1.084,43.

Moradia

A variabilidade do preço de aluguel é muito grande pois, depende da região, comodidades, localização do apartamento, se é uma cidade turística (Roma, Milão ou Veneza, por exemplo), entre outras variantes.

Para pesquisar preços de aluguéis existem os seguintes sites:

Para quem busca um imóvel para locação na Itália, assim como em vários países da Europa, não é preciso ter um fiador como no Brasil.

No entanto, para que o proprietário do imóvel fique assegurado, é comum que peçam uma caparra, que é um adiantamento. O valor da caparra pode variar de 1 a 3 vezes o valor do aluguel.

A caparra serve para cobrir despesas de inadimplência ou de algum dano causado pelo inquilino ao imóvel. Se nada disso acontecer, ela será devolvida no final do contrato. Em alguns casos, o proprietário abate o valor da caparra nos últimos meses de aluguel.

Se o aluguel for feito através de uma imobiliária, é cobrado também um mês do inquilino e um mês do proprietário para formalizar o contrato como intermediário.

Para o cálculo iremos supor uma casa mobiliada, no centro de uma cidade pequena (não turística) no valor de 400 euros/mês.

Portanto, para a imobiliária 488 euros (um aluguel e 22% de IVA*), e 1200 euros ao proprietário, a título da caparra. Assim sendo, 1788 euros.

Contas de Gás, Energia, Água, Coleta do Lixo e Internet:

  • Gás: No verão o valor aprox. 50 euros/mês. No inverno, pode chegar a 200 euros/mês, dependendo do uso.
  • Energia: Aprox. 25 euros/mês.
  • Água: Aprox. 10 euros/mês.
  • Lixo: Aprox. 15 euros/mês.
  • Internet: Aprox. 30 euros/mês (cuidado com os pacotes pois as multas de romper contrato gera uma grande multa).

O site Facile é um comparador de preços desses serviços, é muito bom para ter noção se está fazendo um bom negócio.

Mensalmente, somando todas as despesas da moradia dá 130 euros. Para 3 meses, seria então 390 euros.

Somando o aluguel, a caparra e todas as despesas o total é de 3278 euros, multiplicado por R$6,18, temos o total de R$20.258,04.

Devolver a casa cedo, logo após 3 meses de contrato, pode dificultar a restituição da caparra por parte do proprietário. Por isso, é importante checar no contrato de aluguel qual é a condição para rescindi-lo e converse a respeito com o proprietário e/ou corretor. Se conseguir de volta esse valor será uma grande economia no custo da cidadania italiana.

(*) A Itália cobra imposto sobre valor agregado (IVA). A taxa padrão é de 22%. Taxas reduzidas de 4%, 5% e 10% se aplicam a certos bens e serviços. Um pequeno número de serviços é completamente isento de IVA, como serviços médicos e certas transações financeiras.

Alimentação na Itália

Considerando que as refeições serão feitas em casa. O custo estimado é de 125 euros por mês por pessoa.

Considerando os 3 meses: 375 euros multiplicamos por R$6,18, totalizando R$2.317,50.

Transporte na Itália

Para pesquisar o preço de aluguel de carros o site RentCars é comparado os preços em diferentes locadoras de veículo para analisar a melhor qual é a melhor escolha. Além do aluguel, é importante prever o custo dos pedágios. Para ter uma noção de custos de viagens, você pode usar o simulador da Michelin.

O transporte público acaba sendo uma boa opção, pois além de baratos são fáceis de utilizar.

  • Gasolina: 1,54 euros/litro
  • Passe de transporte público mensal: 35,00 euros
  • Um bilhete unitário em transporte público: 1,50 euros

Para o cálculo iremos supor o uso apenas do transporte público mensal.  No total de 3 meses seria então 105 euros. Multiplicado por R$6,18 = R$648,90.

RESUMO DE CUSTO DA CIDADANIA ITALIANA NA ITÁLIA VIA COMUNE COM ASSESSORIA

image 8

RESUMO DE CUSTO DA CIDADANIA ITALIANA NA ITÁLIA VIA COMUNE SEM ASSESSORIA

cidadania-italiana-na-italia-custo-sem-assessoria

Observação: Para o orçamento foram pressupostos valores teóricos dentro de uma realidade otimista. Otimista porque consideramos duração de 3 meses o processo via comune, sendo que pode chegar a 6 meses, ou seja, o dobro de tempo.

CUSTO DA CIDADANIA ITALIANA VIA JUDICIAL

Em resumo, o custo da cidadania italiana via judicial envolve a ação judicial contra o Estado Italiano, documentos e taxas:

  • Taxas, custas e emolumentos do processo: 700 a 1.000 euros.
  • Honorários do advogado: 3.000 a 4.000 euros.

No processo judicial é possível que mais familiares que têm o mesmo Dante Causa entrar no processo. Sendo assim, esses valores podem ser divididos. Alguns profissionais acrescentam 200 a 500 euros por membro da mesma família acrescentada ao processo.

Para simulação do orçamento será utilizado o valor 3.000 euros (R$18.540,00) em honorários e 800 euros (R$4.944,00) em taxas e custas do processo.

RESUMO DE CUSTO DA CIDADANIA ITALIANA NA ITÁLIA VIA JUDICIAL

cidadania-italiana-na-italia-via-judicial-custo

O valor da documentação foi estipulado também por meio de uma simulação. Clique aqui para saber mais detalhes sobre o custo da documentação.

Tags , , ,
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Reset password

Recover your password

A password reset link will be e-mailed to you.

Back to